Autoavaliação

O Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) promove sua autoavaliação de acordo com o Relatório do Grupo de Trabalho da CAPES, de 2019, disponível em 10062019-autoavaliacao-de-programas-de-pos-graduacao-pdf (www.gov.br), que estuda a viabilidade de uma sistemática de autoavaliação no âmbito dos programas de pós-graduação.

De acordo com esse Relatório, a autoavaliação dos programas de pós-graduação implica o envolvimento e a participação de todos - corpo docente, discente e administrativo -, compreendendo três quesitos a serem avaliados, conforme se segue:

 

  1. Programa

1.1. Aderência das áreas de concentração, linhas de pesquisa, projetos em andamento e estrutura curricular;

1.2. Perfil do corpo docente, e sua compatibilidade e adequação à Proposta do Programa;

1.3. Execução do planejamento estratégico do programa, considerando também articulações com o planejamento estratégico da instituição, com vistas à gestão do seu desenvolvimento futuro;

1.4 A infraestrutura disponível em relação aos objetivos/missão do programa, e suas  melhorias para melhor formação de seus alunos, vinculada à produção do conhecimento; 

1.5. Processos, procedimentos e resultados da autoavaliação do programa, com foco na formação discente e produção do conhecimento.

 

  1. Formação: 

2.1. Atuação dos docentes permanentes em relação às atividades de pesquisa, de formação e de produção intelectual do programa. 

2.2. Adequação das teses, dissertações ou equivalente em relação às áreas de concentração e linhas de pesquisa do programa. 

2.3. Cumprimento do critério de submeter (pelo menos) um artigo para revista científica Qualis B2 ou superior durante o mestrado, e publicar (pelo menos) um artigo científico em revista científica Qualis B2 ou superior durante o doutorado.

 

  1. Impactos na sociedade: 

3.1. Produção intelectual – bibliográfica, técnica e/ou artística

3.2. Destino, atuação e avaliação dos egressos do programa em relação à formação recebida. 

3.3. Articulação do programa com a comunidade interna e externa.

3.4. Internacionalização e visibilidade do programa.  

 

A autoavaliação será feita por meio de formulários específicos preenchidos bienalmente pelos membros da comunidade. Para avaliar o quadriênio 2021-2024, a aplicação se dará em dois momentos específicos: em 2022 e em 2024. Os dados coletados serão analisados e divulgados à comunidade em 2023 e 2025, respectivamente.

Com o processo de autoavaliação, podemos ter uma visão dos pontos em que nosso programa de pós-graduação pode melhorar e atuar diretamente sobre eles, considerando que um dos papéis fundamentais desse tipo de avaliação é justamente fornecer subsídios para sempre melhorarmos nos critérios relevantes. Além disso, quanto mais progredirmos e explicitarmos nosso processo de autoavaliação, mais direito teremos a bolsas de pesquisa e a uma verba PROAP de valor mais significativo - para subsidiar, por exemplo, a frequência a congressos do corpo discente e docente.

Sendo assim, é fundamental salientar a importância de todas as pessoas envolvidas no PPGL, incluindo alunos egressos, participarem da autoavaliação nos momentos em que ela ocorrer, bem como das discussões sobre os resultados e sobre as mudanças a serem implementadas a partir deles.

A meta do PPGL/UFSCar, na avaliação de cada quadriênio, será sempre nos superarmos em relação às conquistas já obtidas tanto pela qualidade quanto pela quantidade das atividades de pesquisa e de extensão desenvolvidas no programa, bem como em função das ações de internacionalização em andamento.

 

Comissão de autoavaliação:

Sandra Regina Buttros Gattolin de Paula (Presidente)

Renato Miguel Basso

Matheus Bittencourt Cipolli

Hermes Talles dos Santos Brunieri

 

Links importantes

CAPES - Autoavaliação de Programas de Pós-Graduação

Comissão Própria de Avaliação da UFSCar - CPA

Página atualizada em 07/03/2022 às 17h30.